16 de novembro de 2015

Olá, mundo!

Bem-vindo ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!

SAP começa a rodar sua BusinessSuite no Hana

A SAP anunciou esta semana que, finalmente, está cumprindo uma promessa feita três anos atrás que é rodar sua Business Suite inteira na plataforma in-memory Hana.

É a realização de um sonho que vai “reinventar os sistemas corporativos”, disse o chairman da SAP, Hasso Plattner, durante evento global de lançamento, com feeds de vídeos vindos de Frankfurt (Alemanha), Nova York e Palo Alto (Estados Unidos). Rodando a suite de negócios no Hana, os clientes poderão armazenar todos os dados transacionais ativos em memória e explorar massivamente processamentos paralelos para entregar desempenho em tempo real, disse a empresa. O movimento também vai permitir que os clientes simplifiquem seus panoramas de TI e eliminem os dados redundantes, acabando com a divisão entre infraestrutura transacional e inteligência de negócios.

“Sem agregados, sem cubos ou OLAPs (Online analytical processing). Tudo é substituído pelo uso dinâmico dos dados transacionais”, afirmou Plattner.

O retorno para os negócios, como promete a SAP, vai incluir a interação entre planejamento, previsão e análise dos dados, bem como a execução em tempo real do plano de promoções comerciais, fabricação de requisitos de planejamento (MRP) entre outros processos.

Derek Dyer, diretor global de serviços SAP na John Deere, ressalta as afirmações, dizendo que sua companhia já está testando e disponibilizando o BusinessSuite em Hana. “Vemos a plataforma como uma forma de gerir o nosso negócio de maneira revolucionária, porque seremos capazes de fazer coisas como simular o fechamento financeiro e executar processos de MRP em poucos minutos”, conta Dyer. Ele também prevê a utilização da solução para o processamento de grandes volumes de informações, streaming entre o campo e a fábrica de equipamentos da John Deere, podendo ajudar os clientes com reparos, encomenda de peças e sugestões de manutenção preventiva – tudo em tempo real.

Faça curso de SAP na Trainning.

Jogar a suíte de negócios em Hana não trará interrupções para os clientes, pois envolve a simples troca do banco de dados subjacente, disse o CTO e membro do conselho executivo da SAP, Vishal Sikka. Mas não é tão simples assim, já que o Hana requer um hardware in-memory que irá substituir os servidores convencionais em uso.

Se os clientes não estão prontos para usar o Hana, eles podem continuar a executar a BusinessSuite em diferentes bancos de dados, incluindo Oracle, IBM DB2, Microsoft SQL Server e Sybase ASE. Durante a sessão de perguntas e respostas, houve algum temor em torno da necessidade de rodar uma versão separada do SAP BusinessSuite para executar em Hana. Plattner, porém, insistiu que o core da BusinessSuite será o mesmo para qualquer banco de dados, com apenas pequenas diferenças de certos procedimentos de armazenamento.

Questionado se os clientes podem ter certeza sobre o alto desempenho das aplicações de missão crítica no Hana, Sikka ressaltou que todas as exigências em torno da alta disponibilidade e recuperação de desastres apresentaram desempenho satisfatórias. Os executivos disseram, também, que os especialistas em banco de dados SQL devem ser capazes de entenderem rapidamente os requerimentos administrativos da solução.

Junto aos mais de 1,5 mil consultores SAP treinados em Hana, há também mais de 70 parceiros em todo o mundo que empregam outros mil analistas capacitados para a tecnologia, afirma a fabricante. Isso significa que as implantações já podem ser feitas, embora, tecnicamente, o SAP BusinessSuite alimentado pelo Hana permaneça em fase beta. Usando uma solução de implantação rápida (Rapid Deployment Solution), com lançamento previsto para fevereiro, os clientes serão capazes de obter a suíte de negócios instalada e funcionando com Hana em menos de seis meses, complementa a SAP.

Fonte: ITWeb

SAP exibe aplicativos inspirados no Google

SAP exibe aplicativos inspirados no Google

A SAP lançou software que se concentra em facilidade de uso, tomando de empréstimo ferramentas que atraíram milhões de usuários ao Google .

A empresa alemã é a maior produtora mundial de software para gestão de negócios e, embora analistas em geral elogiem sua ampla linha de produtos pela sua profunda funcionalidade e capacidades analíticas, afirmam que seus programas são difíceis de usar.

Ian Kimbell, vice-presidente da SAP, demonstrou o primeiro produto de uma nova linha de software chamada SAP CRM 2007, em conferência com mais de 500 analistas do setor e clientes da empresa, em Boston.

“Não parece coisa da SAP”, disse Daryl Ganas, diretor de vendas e operações de marketing da Intel, uma das diversas empresas que ajudaram a SAP a testar o software. “Para mim, tinha cara e jeito de algo que minha equipe de vendas usaria”, disse em entrevista.

O software pode ser personalizado para cada usuário, com tanta flexibilidade e facilidade quanto existe na personalização de uma página iGoogle ou myYahoo, disseram representantes da SAP.

Eles anunciaram que a SAP planeja lançar versões do software para outras atividades que não gestão de relacionamento com consumidores (CRM), ainda que não tenham discutido datas.

A SAP informou que, quando começar a vender o novo software, ainda este mês, passará a oferecer um programa que envia dados sobre consumidores ao iPhone, da Apple .

A SAP está rompendo precedentes ao introduzir versões do novo software que são compatíveis com o iPhone antes de programas para aparelhos móveis tradicionalmente usados para fins empresariais, como o Blackberry, da Research in Motion ; o Treo, da Palm ; e aparelhos que operam com software da Microsoft.

“O iPhone se tornou tão popular”, disse Bob Stutz, vice-presidente sênior da SAP e responsável pelo desenvolvimento de software de CRM. “Todo mundo deseja a facilidade de uso oferecida pelo iPhone.”

A Trainning Education oferece treinamentos e cursos SAP em todas suas áreas como ABAP, Funcional, Curso SAP BW, Basis SAP FI CO PP MM SD e curso SAP Objects.

Interessados Curso SAP acesse ou ligue para 11 3171-2002 .

Curso SAP na Trainning com desconto no mês de Dezembro

Curso SAP e Treinamento SAP

Cursos e Formações SAP
Treinamento SAP da Trainning Education prepara os participantes a compreender o mercado de TI e a se tornarem consultores SAP. Os cursos SAP na sua maioria são compostos do conteúdo necessário para o exame de certificação SAP e totalmente práticos.

Além de uma visão ampla sobre as diversas soluções o treinamento SAP (Funcional Fi, PP, SD, MM , CO, PM, ERP, CRM, Supply Chain Management, Business Intelligence, plataforma SAP NetWeaver, BW, Basis, Programação SAP ABAP, SAP Workflow), oferece ferramentas para que os estudantes desenvolvam competências importantes, como postura corporativa, visão de projetos e técnicas de apresentação e gestão.
SAP® é uma marca registrada com todos direitos reservados.

Academia SAP Funcional:

SAP FUNCIONAL R/3 FOUNDATIONS – FI, CO, MM, PP e SD
Academia SAP ABAP e SAP Objects

SAP ABAP Academy – Cursos SAP ABAP Foundations + SAP ABAP Advanced
SAP ABAP Objects Academy – Programando ABAP orientado a Objetos
Formação ASO – Analista ABAP Plus Objects Web = ABAP Foundations + ABAP Advanced + ABAP Objects
SAP ABAP Foundations
SAP ABAP Advanced
Academia SAP Basis

Analista SAP Basis
Academia SAP BW

Analista SAP BW NetWeaver 7.0
SAP Business Objects for SAP NetWeaver BW
Academias Funcionais Modulares

SAP FI ACADEMIA – Módulo finanças
SAP CO ACADEMIA – Módulo Controladoria
SAP MM ACADEMIA – Módulo Gestão de Materiais
SAP PP ACADEMIA – Módulo Planejamento da Produção
SAP SD ACADEMIA – Módulo Vendas e Distribução
SAP PM ACADEMIA – Módulo Planejamentos da Manutenção
SAP HR ACADEMIA – Módulo Recursos Humanos
Curso de Localização Brasil

Localização Brasil – FI – Módulo finanças
Localização Brasil – CO – Módulo Controladoria
Localização Brasil – MM – Módulo Gestão de Materiais
Localização Brasil – SD – Módulo Vendas e Distribução
Academia SAP Workflow

SAP Workflow Academy – Configurando e Utilizando
Curso Nota Fiscal Eletrônica SAP

Curso Implementação Nota Fiscal Eletrônica NFe no SAP
Curso Formação SAP PI/XI

Curso Desenvolvedor SAP PI/XI

Carreira SAP é uma das mais valorizadas do mercado. Curso SAP Treinamento Trainning Education

O Treinamento SAP é realizado sob medida às necessidades do cliente. Para garantir que o usuário (Equipe de Projeto, Usuário Chave, Público Geral) manuseie e maneje corretamente a ferramenta em que trabalha, a Trainning Education tem mais de 100 cursos SAP com conteúdo e sistemas atualizados e aprimorados. Cursos SAP Funcional, SAP ABAP, SAP BW, SAP Basis, Sap FI CO PP MM SD, Sap Netweaver, entre outros.

A estrutura dos cursos da SAP está dividida em:

  • Nível 1 ou introdutórios – oferecem ao cliente uma visão geral dos produtos e serviços da SAP.
  • Nível 2 – abordam as funcionalidades e os processos de negócio envolvidos em cada componente da solução SAP e têm por objetivo transferir ao cliente o conhecimento para que ele possa discutir os seus processos de negócio frente aos recursos da solução.
  • Nível 3 – detalha funcionalidades e processos de negócios e suas respectivas configurações e transfere ao cliente o conhecimento para que ele possa acompanhar a consultoria contratada na fase de configuração da solução SAP.

Além desses cursos convencionais, há também a possibilidade da contratação de um curso customizado. Neste, o aprendizado é concentrado em determinada ferramenta SAP, de acordo com o escopo de implementação do cliente.

Treinamento SAP da Trainning Education prepara os participantes a compreender o mercado de TI e a se tornarem consultores SAP. Os cursos SAP na sua maioria são compostos do conteúdo necessário para o exame de certificação SAP e totalmente práticos.

Além de uma visão ampla sobre as diversas soluções o treinamento SAP (Funcional Fi, PP, SD, MM , CO, PM, ERP, CRM, Supply Chain Management, Business Intelligence, plataforma SAP NetWeaver, BW, Basis, Programação SAP ABAP, SAP Workflow), oferece ferramentas para que os estudantes desenvolvam competências importantes, como postura corporativa, visão de projetos e técnicas de apresentação e gestão.

TREINAMENTO SAP COMBOS PROMOCIONAIS
asap - sap funcional + sap ababSap Funcioan FoundationsCurso SAP ABAP Academy
SAP BASISAnalista SAP BW
ACADEMIA SAP FUNCIONAL
SAP FUNCIONAL R/3 FOUNDATIONS – FI, CO, MM, PP E SD
ACADEMIA SAP ABAP E SAP OBJECTS
SAP ABAP ACADEMY – CURSOS SAP ABAP FOUNDATIONS + SAP ABAP ADVANCED
SAP ABAP OBJECTS ACADEMY – PROGRAMANDO ABAP ORIENTADO A OBJETOS
FORMAÇÃO ASO – ANALISTA ABAP PLUS OBJECTS WEB = ABAP FOUNDATIONS + ABAP ADVANCED + ABAP OBJECTS
SAP ABAP FOUNDATIONS
SAP ABAP ADVANCED
ACADEMIA SAP BASIS
ANALISTA SAP BASIS
ACADEMIA SAP BW
ANALISTA SAP BW NETWEAVER 7.0
ACADEMIAS FUNCIONAIS MODULARES
SAP FI ACADEMY – MÓDULO FINANÇAS
SAP CO ACADEMY – MÓDULO CONTROLADORIA
SAP MM ACADEMY – MÓDULO GESTÃO DE MATERIAIS
SAP PP ACADEMY – MÓDULO PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO
SAP SD ACADEMY – MÓDULO VENDAS E DISTRIBUIÇÃO
ACADEMIA SAP WORKFLOW
SAP WORKFLOW ACADEMY – CONFIGURANDO E UTILIZANDO

www.trainning.com.br

SÃO PAULO (SEDE): Av. Paulista, 2006, 16° andar – CEP 01310-200 – (11) 3171-2002
RIO DE JANEIRO: (21) 4063-6518 – BRASÍLIA: (61) 4063-7766 – BELO HORIZONTE: (31) 4063-8187 – MANAUS: (92) 3642-1539
CUIABÁ: (65) 4052-9232 – VITÓRIA: (27) 4062-9192 – CURITIBA: (41) 4063-8083 – PORTO ALEGRE: (51) 4063-9474
RECIFE: (81) 3301-1600 – SALVADOR: (71) 4062-9323 – FORTALEZA: (85) 4062-9171

Novas Turmas SAP na Trainnning Education

Acesse o link e confira as novas promoções para os Cursos SAP Funcional, ABAP, BW, Basis, FI, CO , PP, MM entre outros. http://www.trainning.com.br/curso_sap.asp

Promoção de Férias Treinamento SAP. Curso SAP Trainning Education passa de 3000 alunos Formados

Treinamento SAP da Trainning Education prepara os participantes a compreender o mercado de TI e a se tornarem consultores SAP. Os cursos SAP na sua maioria são compostos do conteúdo necessário para o exame de certificação SAP e totalmente práticos.

Além de uma visão ampla sobre as diversas soluções o treinamento SAP (Funcional Fi, PP, SD, MM , CO, PM, ERP, CRM, Supply Chain Management, Business Intelligence, plataforma SAP NetWeaver, BW, Basis, Programação SAP ABAP, SAP Workflow), oferece ferramentas para que os estudantes desenvolvam competências importantes, como postura corporativa, visão de projetos e técnicas de apresentação e gestão.

TREINAMENTO SAP COMBOS PROMOCIONAIS

ACADEMIA SAP FUNCIONAL

SAP FUNCIONAL R/3 FOUNDATIONS – FI, CO, MM, PP E SD

ACADEMIA SAP ABAP E SAP OBJECTS

SAP ABAP ACADEMY – CURSOS SAP ABAP FOUNDATIONS + SAP ABAP ADVANCED

SAP ABAP OBJECTS ACADEMY – PROGRAMANDO ABAP ORIENTADO A OBJETOS

FORMAÇÃO ASO – ANALISTA ABAP PLUS OBJECTS WEB = ABAP FOUNDATIONS + ABAP ADVANCED + ABAP OBJECTS

SAP ABAP FOUNDATIONS

SAP ABAP ADVANCED

ACADEMIA SAP BASIS

ANALISTA SAP BASIS

ACADEMIA SAP BW

ANALISTA SAP BW NETWEAVER 7.0

ACADEMIAS FUNCIONAIS MODULARES

SAP FI ACADEMY – MÓDULO FINANÇAS

SAP CO ACADEMY – MÓDULO CONTROLADORIA

SAP MM ACADEMY – MÓDULO GESTÃO DE MATERIAIS

SAP PP ACADEMY – MÓDULO PLANEJAMENTO DA PRODUÇÃO

SAP SD ACADEMY – MÓDULO VENDAS E DISTRIBUIÇÃO

ACADEMIA SAP WORKFLOW

SAP WORKFLOW ACADEMY – CONFIGURANDO E UTILIZANDO

curso em sap
curso sobre sap
curso do sap
curso para sap
sap curso
curso academia sap
sap curso gratuito
curso sap gratuito
curso on line sap
curso sap on line
curso abap sap
curso sap abap
sap abap curso
curso sistema sap
sistema sap curso
curso do sistema sap
curso sap rio de janeiro
curso de sap rio de janeiro
curso sap rj
curso sap sp
curso sap são paulo
curso sap bh
curso sap belo horizonte
curso basis sap
curso sap basis
sap r3 curso
curso sap r3
curso de sap em curitiba
curso sap curitiba
curso erp sap
curso de sap campinas
curso sap em campinas
curso sap campinas
curso de sap em campinas
curso sistema sap gratis
curso sap sd
curso sap preço
curso sap gratuito on line
curso sap bw
sap crm curso
curso funcional sap
curso sap funcional
curso sap salvador
curso sap recife
curso sap pi
curso sap rh
curso oficial sap
curso sap brasilia
curso sap goiania

Cielo tem dia perfeito, leva 2º ouro e ajuda Thiago Pereira na busca por recorde

Por Roberta Nomura | Em Guadalajara (MEX)

A ida de Cesar Cielo ao hospital na noite de sexta-feira causou preocupação. A competição de natação do Pan de Guadalajara perderia sua principal estrela. Mas tudo não passou de um susto. O campeão olímpico e bi mundial não só nadou como teve 100% de aproveitamento em seu primeiro dia de disputa: levou o ouro nos 100 m livre e no revezamento 4×100 m livre. Além disso, o paulista ajudou o amigo e companheiro Thiago Pereira na busca por recorde de medalhas.

Cesar Cielo nadou a segunda prova da noite e levou seu segundo ouro no Pan de Guadalajara – repetindo desempenho de quatro anos atrás – com o tempo de 3min14s65, com Nicholas Oliveira fechando a prova e cravando o novo recorde da competição.

O tempo de recuperação foi de apenas duas provas, e o campeão olímpico voltou às piscinas. Agora, para compor o forte revezamento brasileiro dos 4×100 m livre ao lado de Bruno Fratus, Nicholas Santos e Nicolas Oliveira.

“Ganhar é sempre uma grande emoção e ganhar com os amigos é melhor ainda. Estamos andando para a Olimpíada com um grande revezamento”, afirmou à Record Cielo, seguido por Oliveira. “A gente estava mais preocupado com o ouro do que com o tempo. Com recorde fica com um gostinho melhor.”

Na eliminatória, a equipe verde-amarela foi composta por Gabriel Mangabeira, Henrique Rodrigues, Thiago Pereira e Nicholas Santos. A participação na prova classificatória foi suficiente para Pereira garantir seu segundo ouro neste Pan – o primeiro veio nos 400 m medley.

O nadador fluminense ainda nadará os 200 m medley, 100 m e 200 m costas, 200 m peito, além dos revezamentos 4×100 m medley e 4×200 m livre. Ele tenta superar a marca obtida no Rio-2007 de  seis ouros, uma prata e um bronze.

Trainning education apoia Cesar Cielo desde 2009. Parabéns Cesão.

Treinamento PMP, PMP, PMI, Cursos, Curso SAP, Cobit, Itil, Iphone, Ipad, PMI 4 Edicao, Treinamento, Gerenciamento de Projetos, Pmi Pmbok, Certificação PMP, Projeto PMI, Curso PMP, Funcional

Desafios da Implantação de Gestão de Projetos em Empresas de Tecnologia

José Roberto Costa Ferreira

Engenheiro Eletrônico e de Telecomunicações
Especialista em Redes de Telecomunicações

1. INTRODUÇÃO
Devido principalmente à constante atualização e renovação do setor, as empresas
de desenvolvimento de tecnologia (hardware e software) necessitam empregar
celeridade na captação de projetos, mudanças de requisitos e execução das
atividades. A demora de uma decisão e a perda do momento do mercado podem
acarretar resultados desastrosos para a empresa.
É intrínseco à cultura da maioria das empresas nacionais de médio e pequeno porte
deste ramo de que a introdução de metodologias e práticas sistematizadas levam à
burocratização dos processos internos. Com isto cria-se uma resistência a tais
ações, que levam à falsa impressão de que os processos executórios perderão sua
agilidade e, em uma conseqüência maior, a empresa perderá sua competitividade.
A transição de uma estrutura funcional para uma estrutura matricial, que seria o
primeiro passo para a transição para uma estrutura projetizada, ou mesmo a
tentativa de aplicação das melhores práticas de gerenciamento de projetos conforme
o Guia PMBoK (Project Management Book of Knowledge), encontra barreiras nestas
empresas, tanto nos níveis de Diretoria, passando pelas Gerências e chegando aos
Executores Funcionais. Cabe ao Gerente de Projetos, designado ou pretendente,
saber mostrar a cada um destes grupos, em seus pontos de interesse, os benefícios
obtidos pela aplicação das melhores práticas em gerenciamento de projetos e,
gradativamente, implantar de fato tais atividades.

2. DESENVOLVIMENTO
Toda e qualquer mudança em uma empresa não será bem sucedida se não tiver o
apoio da Diretoria. Esta afirmação pode ser contestada com a argumentação de que
a cultura da empresa emana dos próprios funcionários, mas a realidade nas
empresas de pequeno e médio porte é de que o apoio da Diretoria é o ponto chave
inicial para qualquer empreitada. Obviamente, a colaboração dos níveis hierárquicos
inferiores também é imprescindível, como será abordado posteriormente.
O enfoque do Gerente de Projetos perante a Diretoria deve ser em números. Os
mais altos níveis hierárquicos dentro de uma empresa de pequeno e médio porte
acumulam não somente os papéis de diretores técnicos ou funcionais, mas também
os papéis de acionistas. Muitas idéias só conseguem ser apresentadas e,
eventualmente, introduzidas se provarem ter números mensuráveis e cifras atrativas.
As boas práticas de Gerência de Projetos encontradas no Guia PMBoK trazem
aspectos do cotidiano do Gerente de Projetos, que são ferramentas ou saídas de
processos, que qualquer Diretor almeja. Os mais óbvios e diretos encontram-se nas
áreas de conhecimento de Gestão do Custo e Gestão do Tempo.
Com a Gestão do Custo é possível realizar um planejamento fundamentado, ter uma
linha de base realista e conseguir garantir que os projetos sejam concretizados
dentro do orçamento aprovado. A Diretoria é capaz de obter informações da situação
de custos dos projetos e de projeções a médio e longo prazo dentro dos projetos,
podendo assim ter informações mais precisas para elaboração de estratégias
empresariais e de avaliações econômico-financeiras.
A Gestão do Tempo proporciona um planejamento apurado dos processos
necessários para consecução dos objetivos dos projetos, permitindo a visão dos
caminhos a serem traçados em projetos vindouros e da situação corrente de projetos
em execução. Projetos com prazos confiáveis, e sendo cumpridos, são de sumo
interesse da Diretoria, pois criam uma grande segurança perante os clientes,
fortalecendo o elo entre as empresas à medida que a confiança aumenta.
Com as gestões de Custo e Tempo entrelaçadas com outras áreas de
conhecimento, uma série de itens pode ser facilmente visualizada pela Diretora, tais
como cronogramas de fluxo de caixa, custo acumulado e “Curva S”, que permitirão à
empresa entender onde está seu dinheiro no momento presente e onde estará seu
dinheiro dentro de prazos estabelecidos. Este controle, provavelmente inexistente ou
ineficaz antes da implantação da Gestão de Projetos, é fundamental para qualquer
empresa poder se avaliar, se estruturar e planejar seus próximos passos.
Vencida a barreira inicial, que é conseguir o aval da Diretoria e a autorização para
colocar a empresa em novos rumos através da introdução de novas práticas,
alterando a dinâmica das atividades diárias, o Gerente de Projetos deverá buscar o
apoio das Gerências.
Estes Gerentes são fornecedores dos Projetos, seja com conhecimento, nas fases
de elaboração de escopo, levantamento de requisitos, definição de recursos, etc.,
seja com recursos propriamente ditos, na cessão de executores, maquinários, etc.
Uma ordem da Diretoria cria nos Gerentes Funcionais uma obrigação em colaborar
com o Gerente de Projetos, mas sem uma real e motivada contribuição destes, a
Gestão de Projetos em implantação estará fadada à morte prematura. É de se
esperar resistência dos Gerentes neste tipo de mudança, portanto o Gerente de
Projetos deve tentar cativá-los com os benefícios que estes também poderão ter
com esta nova estrutura.
Com a Gestão de Recursos Humanos, o Gerente de Projetos irá definir as pessoas,
funções e responsabilidades necessárias para seu projeto e negociá-las com os
Gerentes Funcionais. Nesta etapa, podem ser identificadas lacunas nos setores
envolvidos, criando-se argumentações embasadas e pautadas para que sejam
conseguidas junto à Diretoria novas contratações, treinamentos ou remodelagem
dos setores. Estes recursos, alocados parcial ou integralmente por período
determinado no projeto, acabarão se tornando integrações definitivas aos setores,
propiciando um benefício permanente ao Gerente Funcional.

Da mesma forma, a Gestão das Aquisições pode também expor deficiências dos
setores com maquinário e ferramental que, utilizados temporariamente no Projeto,
serão um ganho para o setor do Gerente Funcional.
Esta expectativa, de que ambos os Gerentes, de Projetos e Funcional, podem se
beneficiar com a implantação da estrutura de Gerência de Projetos, pode fazer com
que o Gerente Funcional se torne um colaborador de fato, e não por obrigação,
aumentando significativamente a chance de sucesso desta mudança.
Por fim, o Gerente de Projetos tem ainda outro desafio, que é lidar com os
Executores Funcionais. Normalmente, o dilema destes é grande, pois se tornam um
recurso compartilhado entre o Gerente de Projetos e o Gerente Funcional.
A estes podem ser apresentados toda a organização propiciada pela Gestão de
Projetos, que proporcionará aos Executores maior foco em suas atividades, podendo
gerar métricas palpáveis para futuras avaliações, culminando inclusive em
promoções ou realocações. As próprias atividades inerentes ao desenvolvimento da
equipe dentro da Gestão de Recursos Humanos pode ser um fator motivador para
estes participantes, com a quebra de rotina e a obtenção de novos conhecimentos e
experiências.

3. CONCLUSÃO
É notório que a aplicação das práticas propostas pelo Guia PMBoK trazem inúmeros
benefícios às empresas, portanto cabe ao Gerente de Projetos ter discernimento
para moldá-las à realidade de sua empresa e saber apresentá-las à sua diretoria,
colegas e subordinados para poder iniciar uma nova era dentro da sua
administração.

Curso ITIL V3 Foundations preparatório para exame de certificação ITIL V3

Conteúdo do Curso ITIL V3 Foundations preparatório para exame de certificação ITIL V3

Conteúdo programático
Este curso está 100% de acordo ao novo syllabus (currículo) do exame oficial ITIL V3 Foundation. O conteúdo deste curso foi distribuído em 9 módulos totalmente realizados por instrutor certificado ITIL V3 Expert e credenciado pelo EXIN para ministrar este curso. Treinamento ITIL V3 Foundations.
1Introdução
Introdução ao cenário, desafios da TI, história  e evolução da ITIL®, revisão da ITIL V2, nova estrutura da ITIL V3 e comparativo ITIL® V2 x V3.
Esquema de certificação profissional.
2Gerenciamento de serviço como uma prática
Conceitos de serviços, gerenciamento de serviço, processos, funções e papéis.
3Introdução ao ciclo de vida do serviço
Estrutura, escopo, componentes e interfaces e processos existentes  no ciclo de vida do serviço. Papel da Governança de TI no ciclo de vida.
4Estratégia de Serviço
Conceitos: o que é estratégia, ativos de serviço, criação de valor, tipos de provedores.
Processos: Gerenciamento de Portfólio de Serviço, Gerenciamento da Demanda, Gerenciamento Financeiro.
Adoção de ferramentas na automação de serviços e tipos de ferramentas de suporte à Estratégia de Serviço
5Desenho de Serviço
A importância dos 4Ps, aspectos do Desenho de Serviço.  Processos:Gerenciamento de Nível de Serviço, Gerenciamento do Catálogo de Serviço, Gerenciamento da Capacidade, Gerenciamento de Disponibilidade, Gerenciamento da Continuidade de Serviço de TI, Gerenciamento de Fornecedor.
Tipos de ferramentas de suporte ao Desenho de serviço.
6
Transição de Serviço

Processos:  Gerenciamento de Mudança, Gerenciamento da Configuração e Ativo de Serviço, Gerenciamento de Liberação e Implantação, Gerenciamento do Conhecimento de Serviço. Tipos de ferramentas de suporte à Transição de Serviço

7
Operação de Serviço

Processos: Gerenciamento de Incidente, Gerenciamento de Evento, Cumprimento de Serviço, Gerenciamento de Problema, Gerenciamento de Acesso. Funções:  Central de Serviços, Gerenciamento Técnico, Gerenciamento de Aplicativo, Gerenciamento de Operações de TI e Gerenciamento das Instalações.  Tipos de ferramentas de suporte à Operação de Serviço.

8Melhoria de Serviço Continuada
Modelo PDCA, Modelo de Melhoria de Serviço Continuada, tipos de métricas. Tipos de ferramentas de suporte à Melhoria de Serviço Continuada.
9Orientações para o exame oficial
Passos para agendar o exame na PROMETRIC e dicas de estudo.

ITIL® é uma Marca Comercial Registrada do Office of Government Commerce no Reino Unido e em outros países. O logotipo Swirl™ é uma Marca Comercial do Office of Government Commerce

ITIL® is a Registered Trade Mark of the Office of Government Commerce in the United Kingdom and other countries.The Swirl logo™ is a Trade Mark of the Office of Government Commerce.

Objetivo do curso
Este curso tem como objetivo ensinar as boas práticas no gerenciamento de serviços de TI conforme a abordagem da ITIL V3. Além de preparar o aluno para realizar o exame de certificação oficial ITIL V3 Foundation, este curso apresentará conceitos, funções e processos do ciclo de vida do serviço.

Durante este curso você irá:

  • Aprender o que é a ITIL, sua proposta e seus benefícios para a organização
  • Dominar conceitos, termos e  princípios-chave usados no gerenciamento de serviços
  • Conhecer os estágios e processos existentes ao longo do ciclo de vida do serviço de TI
  • Identificar relacionamentos entre os componentes do ciclo de vida do serviço
  • Identificar os fatores que afetam a eficiência do ciclo de vida do serviço
  • Avaliar como ferramentas de automação de serviço podem colaborar para a implantação dos processos de TI

É importante esclarecer que existem outros cursos mais avançados no esquema de qualificação profissional da ITIL V3. A certificação ITIL V3 Foundation é pré-requisito para participar dos cursos intermediários.

Público-alvo
  • Este curso de ITIL V3 é indicado para qualquer profissional de TI envolvido diretamente ou indiretamente na entrega de serviços de TI.
  • O curso será útil tanto para gerentes e diretores de TI como para toda a equipe técnica envolvida nas operações de TI no dia-a-dia.
  • Apesar da ITIL® V3 não ser um modelo de referência para o desenvolvimento de softwares, este curso pode ser útil para desenvolvedores, mantenedores e testadores de softwares que precisam ter uma visão geral dos requisitos do gerenciamento de serviços TI e como eles impactam o ciclo de desenvolvimento de produtos e serviços.

Pré-requisitos:
Ter familiaridade com a terminologia de TI. Para tanto, recomendamos que o aluno já tenha alguma vivência em TI. Não é necessário ter conhecimento prévio sobre a ITIL e nem mesmo ter realizado o curso de ITIL V2 anteriormente, até porque a ITIL V2 foi substituída pela ITIL V3. Este curso foi desenvolvido para quem é iniciante na disciplina de gerenciamento de serviços de TI e não conhece a ITIL.

www.trainning.com.br

Localização e contatos
São Paulo – Sede
Av. Paulista, 2006, 16º andar – Metrô Consolação
Tel/Fax: 55+ (11) 3171-2002
Mapa de Localização
Rio de Janeiro
Rua do Ouvidor, 77 – 1º andar – Centro
Tel/Fax: 55+ (21) 4063-6518
Mapa de Localização
Brasília
SCRN 716 bloco B n. 36, Asa Norte, Brasília.
Tel/Fax: 55+ (61) 4063-7766
Mapa de Localização
Belo Horizonte
Grupo Racco – Av. Barbacena, 60 – Barro Preto
Tel/Fax: 55+ (31) 4063-8187
Mapa de Localização
Recife
ITECI – Rua Real da Torre, 637 – Madalena
Tel/Fax: 55+ (81) 3205.1600
Mapa de Localização
Curitiba
Tel/Fax: 55+ (41) 4063-8083
E-mails dos Departamentos

Departamento Comercial – comercial@trainning.com.br
Departamento Administrativo – adm@trainning.com.br
Departamento Financeiro – financeiro@trainning.com.br
Departamento RH –
vagas@trainning.com.br